Homicídio blindado

Gilmar Mendes, entrevistado pelo Estadão, fez mais um comentário corajoso sobre o arquivamento do caso VTPB por parte de Rodrigo Janot:

“Acho temerário dar uma blindagem dessa. Dizer “ah, não houve ilícito. E se houvesse já estaria prescrito”. Vocês imaginam que se alguém tirasse dinheiro da campanha e mandasse matar alguém, a gente poderia dizer que o homicidio estava prescrito? E nem estou me lembrando de Celso Daniel”.

E se tirassem dinheiro da campanha e mandassem matar alguém?


Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200