Homicídio, lesão corporal e drogas nas escolas ocupadas

O MPF pediu à Justiça a desocupação do Colégio Pedro II e do campus da UFRRJ.

O argumento dos procuradores é simples como uma equação de primeiro grau: as instituições têm o dever de zelar pelos bens públicos e de promover o serviço de educação, informa a Band.

De acordo com o pedido, além de ilegal, a ocupação expõe os estudantes a riscos como homicídio, lesão corporal e drogas.