A hora e a vez dos patetas

Steven Levitsky continua a usar Jair Bolsonaro para fazer propaganda de seu livro.

Ele publicou um manifesto bisonho na Folha de S. Paulo, intitulado “A hora e a vez dos democratas do Brasil”.

Ele diz:

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

“Jair Bolsonaro pode acabar com a democracia brasileira. Ele é mais autoritário que Orban, Erdogan, Duterte, e até mesmo que Chávez. Se Bolsonaro vencer, o Brasil vai ficar mais parecido com a Venezuela: as eleições serão menos livres e justas, o executivo abusará constantemente de seus poderes, o país ficará mais militarizado e violento, e direitos civis e humanos serão violados.”

Em seguida, ele dita os termos de um acordo com o PT:

“Para construir essa frente, promessas não serão suficientes. O PT precisa fazer concessões.
Primeiro, o PT precisa reconhecer seus erros. Isso vai ajudar a deixar o ar mais leve antes de qualquer conversa.

Segundo, o PT precisa demonstrar seu comprometimento com o império da lei. O império da lei é essencial para qualquer democracia. É o que separa os verdadeiros democratas de Bolsonaro e sua relação oportunista com a lei. Para fazer esse compromisso crível, é fundamental assegurar que não haverá indulto para Lula e que cabe apenas ao ex-Presidente a tarefa de provar sua inocência perante o judiciário brasileiro. Em uma sentença, o PT tem que mostrar que todos, até Lula, estão sujeitos ao império da lei.”

O império da lei já cuidou de Lula, trancando-o numa cela. Uma democracia de verdade não precisa do consentimento de uma organização criminosa para manter seus condenados na cadeia.

 

Comentários

  • Ryu -

    Qualquer autocritica do PT não passaria de meras palavras ao vento. Eles são oportunistas, todos sabem. Eles não tem nenhum compromisso com a ordem e o progresso de nossa nação.

  • Antonino -

    Se esse aí for a um festival de besteirol, ganha disparado.

  • Carmencita -

    Babaca.

Ler 206 comentários