Huck fala em "absurdos" durante a pandemia e diz que "só a política" pode reduzir desigualdades

Huck fala em “absurdos” durante a pandemia e diz que “só a política” pode reduzir desigualdades
Foto: Divulgação

Luciano Huck participa na manhã desta segunda-feira (1) de um evento chamado Davos Lab Brasil, uma iniciativa do Global Shapers, com apoio do Fórum Econômico Mundial.

O tema do debate — do qual também participam, por exemplo, Marina Silva e Manuela D’Ávila — é “Redefinindo a política”.

Huck, sem citar Jair Bolsonaro, disse lamentar “tantos absurdos ao longo da pandemia” e fez memória aos mais de 250 mil mortes, cujos familiares, na avaliação dele, são tratados “sem o menor respeito pelas autoridades, com negacionismo”.

O apresentador de TV — que ainda não decidiu se vai concorrer ao Planalto em 2022 — afirmou, ainda, que a filantropia não basta para diminuir as desigualdades sociais no Brasil. Segundo ele, “é só a política, é o Estado” que pode gerar mudanças de verdade. Ele também disse que “o mundo de Brasília está desconectado do resto do país”.

Leia mais: Crusoé traz os bastidores da disputa de João Doria e Luciano Huck para a eleição de 2022
Mais notícias
TOPO