Huck não é uma piada

Telegram

A candidatura de Jair Bolsonaro, dois anos atrás, era tratada em tom de blague.

A coisa se repete agora com Luciano Huck.

Ninguém sabe como ele se comportaria durante uma campanha eleitoral, mas a pesquisa encomendada pela Veja mostra que ele é o único nome capaz de se contrapor ao bolsonarismo e ao lulismo.

VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF. Saiba mais

No primeiro turno, dependendo do cenário, ele conquistaria entre 11% e 16% do eleitorado.

No segundo turno, ele derrotaria Fernando Haddad com folga (40% a 29%) e quase empataria com Jair Bolsonaro (39% a 43%).

O único candidato contra o qual ele não teria chance é Sergio Moro, que o derrotaria com 17 pontos de vantagem: 49% a 32%.

Sergio Moro, porém, é hors concours.

 

Comentários

  • Marcio -

    Eu acho que ele tem uma excelente propostas: levar o dinheiro dos impostos para a Globo, pois, agora, Bolsonaro vetou. Só um povo muito filho da putta para votar nesse canalha!

  • Romel -

    projeto tiazinha

  • Everton -

    Huck, com uma família toda branca, disse que o racismo não vai ser resolvido com pessoas brancas. Ė esquerdista demais.

Ler 200 comentários