ACESSE

Ibama anula multa ambiental de Bolsonaro

Telegram

Após parecer da AGU, a superintendência do Ibama no Rio anulou multa de R$ 10 mil aplicada a Jair Bolsonaro em 2012 por pesca irregular em Angra dos Reis, registra a Folha.

A decisão é de 20 de dezembro, ainda no governo Michel Temer. O nome do atual presidente foi retirado do cadastro de pessoas físicas e jurídicas que têm dívida ativa com a União.

Para a AGU, Bolsonaro não teve amplo direito de defesa no processo nem teve resguardada a garantia de contraditório. O caso foi enviado de volta ao Ibama do Rio, para novo julgamento.

Será que o novo presidente se dobrará à velha política? Entenda aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 83 comentários