Ibaneis usou mesmo cartório da mansão de Flávio para casamento

Ibaneis usou mesmo cartório da mansão de Flávio para casamento
Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O já famoso 4º ofício de Brazlândia, onde foi lavrada a escritura da mansão de Flávio Bolsonaro, foi o mesmo cartório escolhido pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, para registrar o edital de proclamas de seu casamento com Mayara Noronha de Albuquerque.

Titular do ofício, Allan Guerra virou alvo de críticas ao ocultar na escritura do imóvel de R$ 5,97 milhões dados de rendimento de Flávio Bolsonaro e sua mulher, Fernanda. 

No documento, o senador e o empresário Juscelino Sarkis declararam a quitação do valor de R$ 2,87 milhões registrados como entrada, embora o filho 01 só tenha pago efetivamente até agora R$ 1,09 milhão.

R$ 3,1 milhões restantes foram financiados pelo Banco Regional de Brasília, que aprovou o crédito apesar de Flávio Bolsonaro ser investigado por peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro com imóveis.

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, foi nomeado por Ibaneis, que queria indicá-lo para o comando do Banco do Brasil.

Casamento de Ibaneis no cartório de Brazlândia

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO