Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

IBGE diz ao STF que Censo depende de avanço da vacinação

Em ofício enviado à corte, instituto sugere considerar "alternativas de realização da operação censitária em 2022".
IBGE diz ao STF que Censo depende de avanço da vacinação
Foto: Rodrigo Freitas/O Antagonista

O IBGE informou ao STF que a realização do Censo em 2021 depende do avanço da campanha de vacinação contra a Covid no país, registra O Globo.

O Supremo começou a analisar na última sexta (7) se referenda ou não a decisão de Marco Aurélio Mello que determinou que o governo realize a pesquisa, sob o argumento de que seu cancelamento viola a Constituição. A AGU já recorreu.

Em ofício enviado à corte e assinado por Maria Vilma Salles Garcia, coordenadora dos Censos, o IBGE aponta “aspectos negativos” caso a liminar de Marco Aurélio seja mantida e a pesquisa tenha de ser feita neste ano.

Para o instituto, a população ainda não estar plenamente vacinada pode levar a possíveis resistências para receber os recenseadores. Além disso, o órgão cita o risco de a pandemia impedir provas para o concurso de recenseadores em julho.

Por isso, o IBGE sugere que sejam consideradas “alternativas de realização da operação censitária em 2022”.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO