ACESSE

Ida de Weintraub aos EUA “pode caracterizar improbidade”, diz ex-procurador

Telegram

Para o ex-procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, Abraham Weintraub pode ter cometido ato de improbidade administrativa ao sair do Brasil.

“Se isso caracterizar qualquer dificuldade na prestação das informações que ele deve à Justiça, pode caracterizar um ato de improbidade ou um ato de dificultar provas. E isso pode gerar alguma outra investigação”, disse Smanio à CNN.

Sobre a extradição de Weintraub, ele disse:

“Os requisitos para extradição ainda não estão presentes, ele está sendo objeto de uma investigação, é preciso ver como isso irá avançar. Ele pode retornar ao Brasil e prestar os esclarecimentos necessários, ainda não há nenhuma medida restritiva da liberdade do ex-ministro. Não vejo ainda como falarmos em extradição.”

 

Comissão Mista da Medida Provisória (CMMPV) n° 890 de 2019, que institui o Programa Médicos pelo Brasil, no âmbito da atenção primária à saúde no Sistema Único de Saúde, e autoriza o Poder Executivo federal a instituir serviço social autônomo denominado Agência para o Desenvolvimento da Atenção Primária à Saúde, realiza audiência pública interativa para tratar sobre a medida.rrEm pronunciamento, à mesa, ministro de Estado da Educação, Abraham Weintraub.rrFoto: Pedro França/Agência Senado

Leia mais: Ebook sobre Sergio Moro: saiba como ganhar o seu. Clique aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 113 comentários