Igor critica o teste de integridade

Igor Romário, delegado da PF e coordenador da Lava Jato, criticou duramente, na Câmara, a proposta do teste de integridade incluída das 10 medidas contra a corrupção.

Esses testes são simulações de situações em que a honestidade do agente público é testada.

“Somos todos feitos do mesmo barro. Se esse teste for adotado, que seja adotado sem restrições, para todos, e com o devido controle judicial.”

Faça o primeiro comentário