ACESSE

"A imagem de Cabral entre o home theater e a sacada de um apartamento"

Telegram

Josias de Souza diz que um acordo de delação premiada de Sérgio Cabral poderia desmoralizar a Lava Jato:

“Diz-se que o candidato a delator dispõe de segredos que incriminariam inclusive o Judiciário, espirrando lama até a altura do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Admita-se que não é um blefe. Ainda assim, qualquer negociação que resultasse na abertura automática da cela de Cabral seria intolerável. A imagem de Cabral arrastando uma tornozeleira eletrônica entre o home theater e a sacada de um apartamento elegante de Ipanema estilhaçaria a vitrine carioca da Lava Jato. Além de desmoralizar o esforço anticorrupção, um acordo generoso com o larápio ofenderia as vítimas do assalto.”

Ele está certo.

Mas se Cabral entregasse gente graúda do Judiciário, de maneira convincente, sem que isso resultasse em abertura automática da porta da prisão, o Brasil ganharia muito.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Comentários

  • Juliano -

    Ele pode muito bem negociar não a sua liberdade, mas a de sua esposa...

  • Fernando -

    Um bandido no supremo em um dia faz mais estrago que Sérgio Cabral e 8 anos. Queremos Gilmar marco Aurélio e lewandovisky fora

  • zurik -

    Pobre Cabral, descamisou o Brasil! Será q a Caravela volta para Europa? Está pensando em gastar as riquezas extraídas dos nossos índios? Será q aceitarão Pedro de volta à Portugal?

Ler 160 comentários