Imagine se Lula for preso

As decisões favoráveis do STF a Rodrigo Rocha Loures e a Aécio Neves reforçaram o discurso de que quem está ou foi preso é alvo de perseguição.

A família do procurador Ângelo Vilella Goulart, detido sob acusação de vender informações para a JBS, diz que nenhum dinheiro foi encontrado em sua casa ou sua conta, segundo a Folha, e lembra que Loures, que ficará em prisão domiciliar, foi filmado carregando R$ 500 mil.

No mesmo jornal, André Singer, exporta-voz de Lula, lança dúvidas sobre a “isenção da Justiça”, comparando “o tempo de estadia, no mesmo cubículo da Polícia Federal, destinado ao então líder do governo Dilma no Senado, Delcídio do Amaral, e, agora, ao assessor de Temer”.

Ele ainda aproveita para chamar a delação de Delcídio, que “tinha como centro a afirmação de que Lula e Dilma conheciam o esquema de corrupção na Petrobras”, de “peça extorquida por meio do que hoje a família Loures chama de condições torturantes”.

Imagine se Lula for preso.

Faça o primeiro comentário