Império da lei, não do voto

Ricardo Ferraço deu um basta à conversinha de que uma presidente eleita por 54 milhões de eleitores não pode ser cassada por 81 senadores.

“Voto não garante a ninguém o direito à impunidade. Vamos virar essa página”.

Faça o primeiro comentário