A imprensa no varejo

A Editora Abril, diz o Valor, pode ser vendida para Fábio Carvalho, que controla um fundo especializado em reestruturar empresas quebradas, como as varejistas Casa & Vídeo e Leader.

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 59 comentários
  1. Será que o novo dono vai continuar no mesmo caminho? Insistir em fazer oposição levou a editora à falência. O novo dono conhece já os redatores, eles disseram à venda? E concordaram com a

    1. Reinaldo Azevedo: “Especialistas em segurança são praticamente unânimes ao condenar uso de snipers…” Desde quando o RA recorre aos “especialistas”. Tentando manter pelo menos seu trabalho na

  2. NÃO COMPRO NEM UMA FOLHA DA ABRIL….. assim como não assisto a Globo que agora parece que estão patrulhando dentro da emissora, pessoas que escolheram outro candidato que não seja o querido dele

  3. A guinada para a esquerda foi um tremendo tiro no pé! Até hoje não entendi. Não precisava ser graduado da área para ver que não ia dar certo. Eu e muitos que cancelaram a assinatura, já diziam

    1. Vc tem razão Luiz. Os eleitores da Veja eram da classe média que se sentiu ultrajada com a mudança de rumo. Cancelaram a assinatura como eu fiz.

    1. A mídia se acha esperta. No fundo são idiotas esquerdistas. Pensam que são formadores de opinião. Defendem a corrupção e pensam que o povo vai segui-la. Se deu mal. Não formam nada. Merece a ex

  4. A mesma coisa está acontecendo com a TV Cultura. Passou a adotar uma pauta em favor das questões que são caras à esquerda. Não consigo mais assistir ao Roda Viva, por exemplo.

  5. Não acesso mais o portal UOL, nem aceito passar meu cartão nas máquinas do pague seguro. Vamos boicotar. A Folha pode ter sua posição, nada de errado. Mas a notícia tem que ser dada com isençã

    1. Eu também gostava demais da Veja. Aí mudou a direção, fomos avisados, as noticias passaram a vir de Nárnia, e… aí está o resultado !

  6. É o preço que se paga pelos erros cometidos. Além das dificuldades inerentes a um mercado em constante mudança, também temos o esquerdismo tosco da editora, que alienou o público consumidor.

  7. A Abril, percebendo que os ventos estão soprando da esquerda para a direita, de oeste para leste, que o Bolsonaro já disse que a mídia amiga da esquerda não vai ter moleza, está se ajeitando.

  8. Há mais de 1 ano atrás, pedi cancelamento de minha assinatura da Veja, e em carta condenei a postura ideológica de esquerda da redação. Previ que ficariam sem os leitores que mantem os anunciant

    1. Fiz exatamente isso quando a veja passou a apoiar o desarmamento civil. Ali percebi que ela estava indo para a esquerda de vez.

    1. Achavam que o PT seria o governo eterno, então trocaram os diretores por editores comunistas. Está aí o resultado da lambança.

  9. a petralhada militonta quebrou a portaria da filial de sao paulo (e ninguem nunca questionou que o partido quadrilha fosse contra a midia) …. mas o grupo ja estava quebrado antes disto

    1. Gostaria de acreditar nisso Cleon, mas o povo que temos… Não acesso, leio ou assisto essas e outras mídias, q FAZEM PARTE do SISTEMA, nos PARASITANDO…

    2. … tico-tico no fubá: O Cruzeiro só falava do Rio, Tv Tupi, de São Paulo, Manchete do JK, Realidade se achava, Veja assumiu à esquerda, a batata da Globo, do Estadão e da Folha está assando.