A improbidade de Jaques Wagner

Jaques Wagner foi acusado de improbidade administrativa por ter arrumado um cargo nos Estados Unidos para o marido de Ideli Salvatti.

De acordo com a TV Globo, o petista atuou a fim de que o segundo-tenente do Exército, Jeferson da Silva Figueiredo, fosse empregado como “ajudante da Subsecretaria de Serviços Administrativos na Junta Interamericana de Defesa, com jornada semanal de 32 horas, pagamento mensal de U$ 7,4 mil (cerca de R$ 28 mil na cotação atual) e mais ajuda de custo para transferência de R$ 40 mil.”

Esse é o menor dos problemas de Jaques Wagner, que está prestes a cair na Lava Jato por causa da sede da Petrobras, em Salvador.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 60 comentários
  1. Para encarar aquele “dragão”, o sujeito (tocador de tuba na bandinha da corporação) tinha que ter alguma vantagem. Essa farra pode acabar se ele for requisitado para atuar num batalhão da selva.

  2. Estas merdas da esquerda atrasaram o Brasil um século. Ainda posam de ‘ progressistas” Esta gente é jurássica e não só, desconfio que são híbridos de repteis. Humanos não são.

    1. O nosso Deus atual, Jair Bolsonaro, já disse que se tiver culpa no cartório vai para a rua. Agora, sabendo tudo dessa quadrilha do PT e continuar adorando é uma vergonha.

  3. Prá casar com esta véia escroncha, só mesmo recebendo uma bonificação das boas. De noite, de certo ele usava a fronha do travesseiro para não ver a cara da véia e sonhava com a Marcelinha do Va

  4. Putz, este desmoralizado JW que incentiva a própria mulher a trocar beijos lésbicos com a mulher do Gil, agora vai ter que entregar a sua coleção de relógios. Pobre do JW!! Fodeu-se! Já era hora

  5. O desmando no gov Dilma era tanto, que ele foi para a Rússia, pasmem, em “missão militar” do EB para “avaliação” do Pantsir-S1(sist Art AAAe), detalhe ele era Sargento músico e não de Artilh

    1. Dizem que é habilitado em russo. Na embaixada do Brasil em Moscou seus integrantes falam qual língua, além do português ? Peixada com a conivência do Exército.

  6. Pestenção nos bozominions… eles vão falar da Ideli, do Wagner e do milico comunista, não. Êta putada desgraçada. E ainda acham que qualquer salvador da pátria vai salvar eles da putaria deles

  7. Na época esse calhorda era Ministro da Defesa (como pode?) e alegou que era “para não atrapalhar e separar o casal! Só que o 2o Ten poderia ter pedido licença sem vencimentos… como já vi ocor

  8. Jeferson da Silva Figueiredo, segundo-tenente músico e marido da petista Ideli Salvatti. Esse militar é só um exemplo da esquerda no ninho do Exército brasileiro. Devem haver muitos outros.

    1. E não sobra unzinho! Petistas e comunistas estão todos no mesmo balaio de gatunos sujos! São a escória humana!! 🤮

  9. Wagner aposentou a esposa dele como Servidora do TJBA sem prestar concurso. Empregou filha no TCE. Esses são os menores problemas de Wagner. Saiu de Sindicalista para o bairro nobre de Salvador.

  10. Segundo tenente? Quantos anos ele tem? Cuidado, Ideli! Isso dá cadeia nos EUA. Segundo tenente ganhando 30 mil? Jaques, por que você teve que tirar a Ideli tão rápido do Brasil? Quem mandou?