Incitação à censura

Incitação à censura
Foto: Isaac Amorim/MJSP

A OAB chamou de “intimidação da imprensa” a decisão de André Mendonça de pedir inquérito para investigar Ruy Castro e Ricardo Noblat por “incitação ao suicídio” do presidente Bolsonaro.

“Criminalizar opiniões, parábolas ou críticas ao governante não é admissível dentro do Estado de direito”, disse Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, em nota. “Goste-se ou não dos artigos, é preciso maturidade democrática para conviver com críticas”.

A nota também é assinada por Pierpaolo Cruz Bottini, do Observatório Permanente da Liberdade de Imprensa da OAB.

Em sua coluna na Folha neste domingo (10), Ruy Castro escreveu: “Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo. Mas para que esperar pela derrota na eleição? Por que não fazer isso hoje, já, agora, neste momento? Para o bem do Brasil, nenhum minuto sem Bolsonaro será cedo demais”.

Noblat republicou a coluna em seu perfil no Twitter.

Leia mais: Leia agora as principais reportagens da nova edição da revista Crusoé
Mais notícias
TOPO