Inconformidades em 0,043% dos arquivos do Drousys não atingem investigação, diz perícia

Telegram

A perícia da Polícia Federal no sistema Drousys identificou ‘não conformidades’ em 842 arquivos, de um total de 1.912.667, ou 0,043%.

Para os peritos, algumas dessas alterações teriam como objetivo evitar que programadores tivessem acesso aos dados reais.

Contas bancárias, por exemplo, foram cifradas. Tabelas ganharam dados diferentes quando reproduzidas em outros sistemas.

De qualquer maneira, os peritos ressaltam que algumas divergências encontradas foram “resultado de alterações anteriores ao recebimento desse material pelo MPF”.

Outras alterações identificadas nos discos, durante o tempo em que estiveram com a Odebrecht e o MPF, “não atingem os dados questionados” no âmbito da ação penal que investiga o pagamento de propina para a compra de um terreno para o Instituto Lula.

Comentários

  • EDMAR -

    EM PESQUISA, ESSE INDICE E MAIS QUE IRRIZORIO! E INSIGNIFICANTE!

  • Fernando -

    PF trabalhando.

  • Antonio -

    Lula não sujou as mãos ele próprio, só desfrutou do serviço sujo de seus sabujos, deixou a cargo de Zé Dirceu (conexões políticas) e Antonio Palocci (conexões empresariais/bancárias) o escopo do esquema de corrupção da ORCRIM, o condenado escolheu a dedo as mentes criminosas mais brilhantes no casting petista; a coisa foi feita tão bem feita que, acontecesse o que acontecesse ele Lula, deveria sair ileso, preservado, intocado, não poderia respingar absolutamente nada nele, pois Lula era o passaporte da esquerda faminta por dinheiro, luxo, boa vida e poder. Mas como dizia Sherlock Holmes: NÃO EXISTE CRIME PERFEITO. Se Lula tivesse lido Conan Doyle…

Ler 10 comentários