ACESSE

Inconformidades em 0,043% dos arquivos do Drousys não atingem investigação, diz perícia

Telegram

A perícia da Polícia Federal no sistema Drousys identificou ‘não conformidades’ em 842 arquivos, de um total de 1.912.667, ou 0,043%.

Para os peritos, algumas dessas alterações teriam como objetivo evitar que programadores tivessem acesso aos dados reais.

Contas bancárias, por exemplo, foram cifradas. Tabelas ganharam dados diferentes quando reproduzidas em outros sistemas.

De qualquer maneira, os peritos ressaltam que algumas divergências encontradas foram “resultado de alterações anteriores ao recebimento desse material pelo MPF”.

Outras alterações identificadas nos discos, durante o tempo em que estiveram com a Odebrecht e o MPF, “não atingem os dados questionados” no âmbito da ação penal que investiga o pagamento de propina para a compra de um terreno para o Instituto Lula.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários