Incra determina fim do diálogo com o MST

Telegram

A Folha de S. Paulo informa que o novo ouvidor agrário nacional do Incra, coronel João Miguel Souza Aguiar Maia de Sousa, enviou ontem um documento às superintendências do órgão com a orientação de que seus chefes subordinados não recebam mais entidades ou representantes “que não possuam personalidade jurídica”, caso do MST.

O ouvidor afirmou que “não deverão ser atendidos invasores de terras (estes devem ser notificados conforme a lei)”.

É o fim do diálogo com o MST.

Comentários

  • Marçal -

    Não se discute com bandidos.

  • Sirlei -

    Era o sonho de todos ruralistas,saqueados por esse braço da Orcrim e que já estavam perdendo a esperança na justiça.

  • JONE -

    Parabéns! Essa facção criminosa já era!

Ler 235 comentários