"Indecente e ridículo", diz deputado do PSOL sobre BO de Flávio

“Indecente e ridículo”, diz deputado do PSOL sobre BO de Flávio
Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

Ivan Valente, do PSOL, reagiu à iniciativa de Flávio Bolsonaro de registrar um boletim de ocorrência acusando-o de denunciação caluniosa“Indecente e ridículo”, disse o deputado.

Ivan Valente foi quem pediu que o Ministério Público do Distrito Federal investigasse o empréstimo de R$ 3,1 milhões obtido por Flávio no BRB para comprar sua mansão.

No mês passado, O Antagonista revelou que o senador adquiriu o imóvel em Brasília por quase R$ 6 milhões.

Mais cedo, Flávio foi à delegacia com Frederick Wassef e disse que Ivan Valente “é sabedor de sua inocência” e que pediu a investigação ao MP para “atacar e destruir a imagem, por motivos ideológicos políticos”.

“Poxa vida, eu sou sabedor da inocência dele, um sujeito que tem tantos crimes nas costas?”, disse o deputado.

“Se ele quisesse fazer um B.O., deveria fazer contra o Ministério Público do Distrito Federal, que acatou a denúncia como consistente e abriu a investigação. Eu sou um agente público, que vejo uma possível irregularidade e peço para investigar. Se o MP aceita a investigação, é porque viu algo consistente. É uma manobra que mostra uma tentativa de intimidação e um grande incômodo, porque o cerco à corrupção da família Bolsonaro está se estreitando.”

 

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO