Indenizações do acordo dos planos econômicos já somam R$ 1,6 bi

Os bancos já pagaram R$ 1,6 bilhão a 109 mil poupadores em indenizações decorrentes do acordo dos planos planos Bresser, Verão e Collor II. Após decisão do Supremo, houve conciliação em 90 mil processos dos 580 mil que tramitam na Justiça.

Os dados são do Conselho Nacional de Justiça, que considera baixa a adesão ao acordo homologado pelo Supremo e cujo prazo termina em março.

Entre as instituições financeiras responsáveis pelo pagamento das indenizações, a Caixa Econômica Federal foi a que movimentou o maior montante em ressarcimentos, com R$ 514,5 milhões.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Na sequência figuram Bradesco (R$ 408,8 milhões), Itaú (351,8 milhões), Santander (155,8 milhões) e Banco do Brasil (128,1 milhões).

Comentários

  • Jairo -

    O Governo me pagou o PLANO BRESSER, uma boa grana. E depois me tomou tudo de novo, num acordo para sair da CLT e ingressar no REGIME JURÍDICO ÚNICO....Facada covarde no FGTS devolvido......jabuticaba

  • Patrícia -

    Eu recebi ontem.

  • Rylma -

    Tem 1 ano e meio que assinei o acordo é até hoje a caixa não pagou

Ler 4 comentários