Índios matam coordenador da Funai com flechada no peito

O coordenador da Frente de Proteção Etnoambiental Uru-Eu-Wau-Wau, Rieli Franciscato, indigenista da Funai, foi assassinado com uma flechada no peito.

Ele estava indo encontrar com índios conhecidos como “Isolados do Cautário”, no município de Seringueiras, em Rondônia.

A Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé, que atua na região, confirmou a morte e, em nota, disse que os índios isolados não sabem distinguir protetores de inimigos.

“O território deles está sendo invadido e eles estão tentando sobreviver.”

Leia mais: STF: sucessor de Toffoli terá dificuldades para reparar os danos provocados pelo antecessor
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO