ACESSE

INDULTO PARA CORRUPTOS: 3 x 2

Telegram

Ricardo Lewandowski deu o terceiro voto em favor do perdão a corruptos concedido por Michel Temer no Natal de 2017, junto com Alexandre de Moraes e Rosa Weber.

Contra o indulto, até agora, votaram somente Luís Roberto Barroso e Edson Fachin.

Em seu voto, Lewandowski disse que o decreto foi editado com critérios “objetivos e impessoais”. Destacou que o Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo, com 720 mil presos.

Falou da “dura realidade prisional brasileira, cuja dramaticidade legitima a adoção de políticas pelo presidente da República para minorar, ao menos em parte, as agruras da população carcerária”.

Após o voto, a sessão foi interrompida para um intervalo. Na retomada do julgamento, votam Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Dias Toffoli.

A bomba-relógio que vai estourar no colo de Jair Bolsonaro. E no seu

Comentários

  • José -

    O que os ministros do STF contribuem para melhorar as prisões, dar melhor dignidade aos presos.Que ações eles já fizeram para que os presos possam ser realmente recuperados e reinseridos na socied

  • Cidadão -

    Parabéns Lewandowski, a Constituição está ganhando o jogo contra os golpistas.

  • Renata -

    Vamos para as ruas derrubar o STF!!

Ler 168 comentários