Indústria se recupera da greve dos caminhoneiros

A indústria brasileira avançou 13,1% em junho frente a maio, na série com ajuste sazonal, eliminando as perdas provocadas pela greve dos caminhoneiros no mês anterior, divulgou hoje o IBGE, segundo o G1.

Esta foi a maior alta da série histórica, iniciada em 2002, destacou o instituto.

“O resultado, entretanto, veio abaixo das expectativas. Economistas ouvidos pela Reuters esperavam, na média, alta de 14,1% na variação mensal.”

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 9 comentários
  1. A grande mídia segue culpando os Josés das Boleias pela retração econômica. Também culpou a denúncia contra Temer pela não aprovação da reforma da previdência, que teria mudado o Brasil para sempre..

  2. Antes um crescimento pifio,depois da greve crescimento acima do normal.Não precisa explicar eu so queria entender.A greve foi muita boa,então que façam outra em outubro e teremos um dezembro maravilhoso.

  3. Tudo conversa pra boi dormir a história da greve caminhoneiros,simples tudo que ocorreu é culpa dos governos e políticos. O estrago foi quando o Temer foi gravado(deveria ter sido preso no dia seguinte ao da divulgação do áudio)O políticos continuam fazendo desvios só tem medo do povo na ruas.

  4. A mídia é interessante.
    Até a semana passada dizia que a greve teria causado danos irreparáveis ao país. Hoje diz que a margem histórica foi superada eliminando qualquer prejuízo!?! E ainda, que era esperado um índice maior de recuperação!!!!
    Eu, hein.

  5. A grande mídia, comprada pelo governo através dos anúncios das estatais prestam um desserviço à democracia, vendendo a paralisação dos caminhoneiros como se fosse a causa do fiasco da economia brasileira.
    A causa do fiasco da economia é devido as politicas dos governos de esquerda/social-democrata

  6. Bolsonaro inconsequente, aproveitador, apoiou essa greve criminosa dos caminhoneiros para ter um retorno eleitoral. Quando viu que deu m*, recuou… Olavo não tinha razão, né?
    Só no Brasil um político que se diz de direita apoia GREVES! Inacreditável.
    Bolsonaro = caos
    Bolsonaro = atraso