"Infelizmente, foi preciso um episódio de violência para o governo federal entender"

A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), afirmou ao Globo que já havia solicitado no ano passado as medidas anunciadas pelo governo de Michel Temer na noite de domingo para enfrentar o problema dos refugiados venezuelanos, entre elas a expedição de decreto para Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

“Nós, que estamos vivenciando essa crise, apontamos essas e outras soluções em ofícios enviados a Brasília. Infelizmente, foi preciso um episódio de violência para o governo federal entender que precisa enfrentar o problema de forma mais efetiva. Se implementadas, com certeza vão aliviar os impactos para nossa população, mas não resolvem o problema”, disse a governadora, acrescentando que a solicitação para a elaboração do decreto da GLO foi feita por escrito, enviada e recebida pelo Palácio do Planalto no dia 8 de agosto de 2017.

“Foi um ano antes da explosão da violência em Pacaraima. Ofícios com igual pedido foram protocolados na mesma data no Ministério da Defesa e no Ministério da Justiça”, relembrou ela, que ainda disse ter ligado para Temer no mesmo dia.

Suely contesta, portanto, a declaração do Planalto de que “continua em condições de empregar as Forças Armadas, mas que tal iniciativa depende da solicitação expressa da Senhora Governadora do Estado”.

Na sexta-feira, um empresário brasileiro foi assaltado, teve sua casa invadida e acabou espancado quase até a morte por quatro venezuelanos, o que levou brasileiros a atacarem no sábado 700 imigrantes. O Exército informou no domingo que, após o episódio, 1.200 venezuelanos foram obrigados a deixar o município de Pacaraima, localizado na fronteira com a Venezuela, no norte do estado.

Comentários

  • analu -

    Parece que Temer faz questão de ignorar os grandes problemas do país. Foi assim também com os caminhoneiros.

  • Jorge -

    Calma Governadora, o Presidente Temer está numa reunião fora de pauta com Gilmar Mendes e Aécio Neves, jantares, viagens a Sampa, articulando ... articulando ... articulando ...

  • Bolsonaro/Mourão -

    " A guerra é a continuação da politica por outros meios violentos" - Clausewitz.

Ler 28 comentários