ACESSE

Inquérito de Toffoli tem 'evidente propósito de intimidar', diz senador

Telegram

No pedido de impeachment de Alexandre de Moraes e Dias Toffoli a ser apresentado no Senado, Alessandro Vieira diz que, ao instaurar o inquérito para apurar supostos ataques ao STF, o presidente da corte cometeu “claro abuso de poder e sem fundamento legal, com o evidente propósito de intimidar quaisquer cidadãos que ousassem manifestar qualquer tipo de opinião contrária às visões defendidas pelos componentes daquele colegiado”.

“Não bastasse a grave intervenção estatal na vida privada de cidadãos idôneos, a verdadeira perseguição perpetrada pelos denunciados passou a atingir, em grave ofensa ao Estado Democrático de Direito, no dia 15/04/2019, órgãos de imprensa aos quais a Constituição Federal garante livre exercício”, acrescentou o parlamentar, referindo-se à censura imposta à Crusoé e a O Antagonista, e revogada ontem.

Censura à Crusoé: "É perversão da ética do direito" Leia mais

Comentários

  • elisabeth -

    Atitudes suspeitas declaradas com cinismo, para amedrontar quem quer que seja, e que tenha entendido a culpa do togados vermelhos, papel sujo feche-se este STF, perdeu credibilidade.

  • José -

    Senador ,pegar carona em bonde andando é a maior moleza... empurrar o BRUTO p/ pegar embalo ninguém quer... Comece uma investigação sobre a Receita Federal que HÁ MAIS DE 10 ANOS não corrige a t

  • -

    Ele tinha que ser afastado imediatamente do cargo, como um presidente da maior corte pode ter essas atitudes meu Deus.

Ler 26 comentários