Inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF está parado no STF há dois meses

Inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF está parado no STF há dois meses
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O inquérito que investiga a interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal completa dois meses parado, diz a Crusoé.

“Decretada pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, em setembro, a suspensão persiste até que o plenário da corte decida se concede ou não ao chefe do Planalto o direito de depor por escrito.”

Em 8 de outubro, o STF iniciou o julgamento do recurso movido pela AGU contra a decisão em que o então relator do processo, Celso de Mello, determinou o interrogatório presencial. Em sua despedida, Celso votou para referendar a posição.

O ministro Luiz Fux, contudo, interrompeu a votação e, desde então, não marcou nova data para a retomada do debate.

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais lidas
  1. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

  4. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  5. Emendas extras liberadas pelo governo beneficiam aliados de Bolsonaro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 91 comentários
TOPO