Inquéritos do STF podem ajudar a combater 'milícias digitais', diz Moraes

Inquéritos do STF podem ajudar a combater milícias digitais, diz Moraes
Foto: Reprodução/TV Justiça

Alexandre de Moraes disse nesta segunda (30) que investigações que correm no STF podem auxiliar no combate de “milícias digitais” na campanha eleitoral deste ano.

“A boa notícia (…) é que, em virtude do aumento do nível de agressividade dessas milícias digitais, as investigações realizadas pela Polícia Federal, pelo próprio Ministério Público, nos inquéritos no Supremo Tribunal Federal, possibilitaram o conhecimento do mecanismo de atuação desse núcleo de produção, de divulgação”, declarou o ministro durante um seminário on-line.

Para Moraes, isso vai facilitar que a Justiça Eleitoral identifique, “se houver necessidade”, “aqueles que, utilizando as redes, se aproveitaram de recursos não declarados, aqueles que se aproveitaram de mecanismos de milícias digitais  para eleger seus representantes”.

O ministro é relator de dois inquéritos que tratam do assunto no Supremo —o que apura “fake news” e ataques contra o STF e o que investiga atos antidemocráticos ocorridos no primeiro semestre.

O primeiro deles já serviu para o próprio Moraes censurar O Antagonista e a Crusoé.

Leia mais: Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 19 comentários
TOPO