As instituições continuam funcionando

A Folha apurou que o ministro José Múcio Monteiro vai pedir hoje o arquivamento de investigação do TCU “sobre suposto tráfico de influência praticado pelo advogado Tiago Cedraz nos gabinetes do pai dele, ministro Aroldo Cedraz, e do atual presidente da corte, Raimundo Carreiro”.

A Folha apurou que, comunicada a respeito por José Múcio, a procuradora-geral Raquel Dodge “não se opôs”.

A Folha apurou que as instituições brasileiras continuam funcionando.

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 26 comentários
  1. Estou com 67 anos. No primeiro terço da minha vida cumpri minha parte.
    Agora leio uma infinidade de verdades e me pergunto: o que o cidadão brasileiro comum deve fazer, além da ladainha de “votar corretamente (?)”?
    Há sugestões construtivas? Deve haver, mas quais?
    Praguejar, xingar, adjetivar, reclamar, e outros tantos “ar”, só ocupam espaços valiosos que poderiam estar sendo utilizados para propostas de soluções.
    Se há quem esteja interessado em arrumar, reordenar, redirecionar este país, por favor se manifestem.
    E, a quem só usa espaços para registrar frustrações que qualquer cidadão consciente sabe, por favor, arrumem algo produtivo para fazer.
    Sim, sou um desiludido com este país.

    1. O único caminho é a educação de qualidade para todo o povo e isso passa pelas mãos dos politicos, portanto só temos duas saidas: eleger melhor ou sermos subjugados por a ditadura branca (que só existe na teoria).
      Cresci sob a intervenção militar e tenhonmemoria suficiente para saber que não quero repeti-la. E não por causa de repressão, mas porque foram os militares que mantiveram cepas de políticos como Sarney, Maluf, Renan, CAM e tantos outros, além de nos legar um país em frangalhos financeiros, o que nos levou à hiperinflação.
      Por esses e outros motivos escolhi trabalhar voluntariamente para o partido NOVO, com a esperança de substituir uma parte da escumalha política por gente decente.
      Que mais me resta fazer?

    2. Tenho 34 anos. Concordo com tudo o que disse, mas acho que o senhor de 79 anos não entendeu o seu recado: limitou-se a usar o espaço “para registrar frustrações que qualquer cidadão consciente sabe”, mas, a bem da verdade, ele está escusado de arrumar algo produtivo para fazer, devido à idade, ainda que o meu avô, que tem 86 anos, proprietário rural, acorde todos os dias às 4h30, dirija 40 km até alguma das fazendas, e trabalhe até as 5h30 da tarde, de segunda a sábado, dirigindo outros 40 km para voltar à casa. Eu acho que o meu avô faz algo produtivo pelo país e, felizmente, muitos outros, que, também como ele, não se manifestam por aqui também fazem.
      O Brasil era, é e será, sempre, maior que a gentalha que o tem governado.

    3. Caro Sol, quando vc chegou a esse mundo eu já estava aqui há 12 anos e ouvi do meu pai, um médico da geração anterior à da medicina dos planos de saúde, que a vida piorara muito durante a existência dele. Eu, recém chegado, não entendi o que ele quisera dizer mas hoje, aos 79 dou testemunho de que durante a minha existência a vida não parou de piorar. E a explicação é simples: a maior riqueza de uma nação não é o clima, o tamanho ou o subsolo. A maior riqueza de uma nação á qualidade do seu povo e, sob esse aspecto, somos indigentes. Agora pergunto: algum eleito graças à ignorância do seu eleitor cometerá o suicídio político de proporcionar educação de qualidade para o povo? Jamais. Voto universal e povo sem escola são uma mistura letal. Só continuo aqui porque não acertei a Mega-Sena.

  2. Fico apavorado quando ouço da boca dos corruptos mantras como “as instituições estão funcionando” ou “o estado democrático de direito” e assemelhadas. É sinal de que lá vem pika.

  3. Gostaria de saber, qual foi o mau que o país fez ao alto escalão da justiça ??? Todos são pagos regiamente, estudaram em escolas públicas, mas odeiam o Brasil. Que justiça é essa ????

  4. Eta é uma mentira que de tanto ser repetida virou “verdade”!!!
    As instituições brasileiras dos três poderes não funcionam e suas autoridades agem comprometidas com as Orcrims e ou com suas corporações.
    Podemos explicar a situação com dois ditados populares:
    – “Raposas cuidando dos galinheiros”;
    – “Farinha pouca, meu pirão primeiro”!!!

  5. Claro que continuam funcionando. Como a Classe Política sobrevive sem os rabos presos dos podres phoderes? Esse é só mais um preço que pode ser pago de outra forma, com favores…

  6. A Folha só não disse a favor de quem as instituições continuam funcionando. Eu acredito que, grande parte das instituições, continuam funcionando a favor da ORCRIM que domina este país.