INSTITUTO LULA FEZ REPASSES A EMPRESAS DOS FILHOS

Em relação ao resultado das quebras dos sigilos, o MPF apontou suspeitas sobre algumas transferências efetuadas a partir do Instituto Lula e da LILS Palestras.

“Dos pagamentos efetuados pelo Instituto Lula, destacam-se pagamentos vultosos de R$ 1.349.446,54 entre 2012 a 2014 à empresa G4 Entretenimento e Tecnologia Digital Ltda”, que pertence a Lulinha, Fernando e Kalil Bittar.

“Também destaque-se pagamento, não tão vultoso, de R$ 114.000,00 para a empresa Flexbr Tecnologia Ltda, que tem o mesmo endereço da referida empresa G4, mas por sócios outros filhos do ex-Presidente, como Marcos Claudio Lula da Silva, Sandro Luis Lula da Silva e a nora Marlene Araújo Lula da Silva.”

“Também a LILS Palestras efetuou pagamento de R$ 72.621,20 à Flexbr, além de ter efetuado pagamentos entre 2011 a 2013 de R$ 227.138,85 a outro filho do ex-Presidente, Luis Claudio Lula da Silva.”

Faça o primeiro comentário