Instituto Lula no departamento de propinas da Odebrecht

O prédio do Instituto Lula foi pago pelo departamento de propinas da Odebrecht.

Até recentemente, a Lava Jato só tinha as planilhas da empreiteira e depoimentos dos delatores para comprovar esse fato.

Agora, segundo o Valor, o MPF encontrou os repasses para a compra do imóvel no sistema Drousys, o banco de dados clandestino da Odebrecht.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 9 comentários
    1. A sociedade cansou desse tipo de discurso. Todo o planeta banânico já sabe de tudo sobre Lula, Paulo Okamoto e toda sua quadrilha. O que se procura é entender porque no brasil gasta-se tanto com o Judiciário e esses maloqueiros, só pra dar um exemplo, continuam soltos e há anos destruindo provas e vivendo como se nada os atingisse. E pior ainda, com um STF de prontidão pra inocentar qualquer criminoso petista que apareça na mão com uma cabeça pingando sangue.

    2. Mentira! Lula nunca esteve nesta tal de lavanderia Suíça e por não saber falar suicês, jamais conversou com este tal Dr. Drousys, os únicos “dotô” que ele conhece, é Palocci e Mantega.

    3. Temos certeza que o Lula é o comandante maior, com participação ativa dos seus assessores mais próximos tais como DILMA, MANTEGA, PALLOCI, DIRCEU, VACCARI, HUMBERTO, MERCADANTE, LOBAO, etc. Mas é preciso que se rastreie os repasses e se prove que o dinheiro beneficiou esses bandidos.

      1. Qual parte da matéria você não entendeu???
        Agora encontraram repasses para a compra do imóvel no sistema Drousys, o banco de dados clandestino da Odebrecht.
        Mais alguma dúvida ou precisa desenhar?