A íntegra do pedido para a exoneração do presidente da Funai

Confira aqui a íntegra do pedido para a exoneração do presidente da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas, entregue ontem a Michel Temer e obtido com exclusividade por O Antagonista.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Bravíssimo Sr. Jocélio Leite Paulino Xucuru.
    Um brasileiro de etnia indígena, ensinando aos outros brasileiros, como se exerce a cidadania; como se reivindica direitos e deveres; como se critica a gestão de entidades públicas ineficientes; como se diz a verdade, sem meias palavras; como se classifica, e se denuncia a ideologia política com que certos agentes públicos administram instituições. É um documento histórico para as etnias indígenas e uma vergonhosa lição para os governantes. Índio não quer apito, nem pobreza. Índio quer trabalhar, produzir e merecer sua justa parcela nas riquezas do país.
    Desejo todo o SUCESSO à iniciativa!

    1. Esse febre tifo só vive em recife, nunca trabalhou na vida que dirá agricultor, nunca plantou um pé de cuentro e agora posa de lider. lider dos otarios ou quem escuta as enroladas desse vigarista. Esse cancro do dinheiro dos nossos impostos é de pesqueira, mas nem os indios xucuru quer saber dele.

    2. Vai nessa, essa mala sem alça é um tremendo pilantra, se escondendo na condição de índio, se é que é, para arrumar dinheiro fácil. Leva vida fácil, sem trabalhar para ninguém. Não tá acreditando, procura saber quem é a peça.

Ler mais 6 comentários
  1. Bravíssimo Sr. Jocélio Leite Paulino Xucuru.
    Um brasileiro de etnia indígena, ensinando aos outros brasileiros, como se exerce a cidadania; como se reivindica direitos e deveres; como se critica a gestão de entidades públicas ineficientes; como se diz a verdade, sem meias palavras; como se classifica, e se denuncia a ideologia política com que certos agentes públicos administram instituições. É um documento histórico para as etnias indígenas e uma vergonhosa lição para os governantes. Índio não quer apito, nem pobreza. Índio quer trabalhar, produzir e merecer sua justa parcela nas riquezas do país.
    Desejo todo o SUCESSO à iniciativa!

    1. Esse febre tifo só vive em recife, nunca trabalhou na vida que dirá agricultor, nunca plantou um pé de cuentro e agora posa de lider. lider dos otarios ou quem escuta as enroladas desse vigarista. Esse cancro do dinheiro dos nossos impostos é de pesqueira, mas nem os indios xucuru quer saber dele.

    2. Vai nessa, essa mala sem alça é um tremendo pilantra, se escondendo na condição de índio, se é que é, para arrumar dinheiro fácil. Leva vida fácil, sem trabalhar para ninguém. Não tá acreditando, procura saber quem é a peça.

  2. Os comunistas do PT continuam no COMANDO e desestabilizando o governo Temer.
    Vide caso da nomeação do Ministério do Trabalho, derrubada do presidente da Funai e por aí vai.

  3. Que piada! Texto estilo sindicalista, cheio de “queremos!”. Faltou citar com clareza”queremos [mais] Hilux e iphones! Falando em Alemanha, soberania nacional, “nossas terras”. Está criado o “esquerdíndio” a partir desse documento. Um lixo de produção! Deveria ter sido impresso em papel vermelho. A resposta poderia ser um sonoro vão to mar no kull!!

    1. Esse cara é um desocupado, que nunca deu um dia de trabalho para ninguém. Vive a tentar praticar extorsão, forjando necessidades, fazendo politicagem, esse “índio” é a cara do trambique em pessoa.

    2. Vc não leu ou é analfabeto funcional. Os índios da carta estão reclamando justamente da tratamento ideologizado de viés sócio-comunista que a Funai sempre teve para com eles e estão querendo sair das amarras ideológicas colocados por políticos e ONGs de esquerda nacionais e internacionais… parabéns a estes índios que dizem integrar a civilização ocidental e que são verdadeiros patriotas!