ACESSE

Presidente da Argentina responde a Ernesto

Telegram

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, respondeu hoje ao recado do chanceler brasileiro, Ernesto Araújo. “A integração entre nossos povos precede a nossa condição de governantes. As diferenças que possamos ter ficam em segundo plano, porque são os povos que se vinculam”, disse o argentino, na Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul.

Ontem, na abertura do evento, Araújo disse que o principal desafio do Mercosul é restabelecer a democracia na Venezuela. “Um desafio que o Mercosul até aqui não conseguiu encarar como bloco”, declarou.

Foi uma mensagem à Argentina, que se afastou do Grupo de Lima.

Hoje, durante discurso, Alberto Fernández disse que a prioridade é o combate ao novo Coronavírus e “pensar como podemos nos integrar a esse mundo globalizado”.

“Pensar em Mercosul significa entender que, além do que pensamos, estamos obrigados a buscar um destino comum, e esse destino comum tem a ver com uma lógica cultural que nos vincula. Estamos destinados a fazer um grande país América Latina”, discursou.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim

Comentários

  • Alexandre -

    Já foi

  • RUI -

    As enormes diferenças sócio-econômicas da América Latina não são desculpa para sermos levados ao fascismo ou coisa pior! E tem muita gente, mas muita mesmo, no não-governo, trabalhando para isso.

  • Jose -

    Arriou as calças

Ler 29 comentários