ACESSE

Integrantes da ala militar do governo Bolsonaro retiram apoio a Decotelli, diz jornal

Telegram

Integrantes da ala militar do governo Bolsonaro retiraram o apoio a Carlos Alberto Decotelli após virem à tona revelações sobre informações incorretas, com suspeita de fraude, em seu currículo, diz Bela Megale em O Globo.

A avaliação de parte dos ministros e auxiliares que chancelaram o nome de Decotelli para o MEC é que ele só tem condições de assumir o cargo se apresentar uma justificativa plausível para as informações falsas do currículo – o que acham muito difícil de acontecer.

Segundo fontes no Planalto, entre os principais fiadores do nome de Decotelli para a pasta estavam o ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, e o secretário de Assuntos Estratégicos, Flávio Rocha.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 44 comentários