Intelectuais em transe

Demétrio Magnoli analisou por que os intelectuais “entraram em transe” com o triunfo de Jair Bolsonaro:

“Intelectuais, no sentido em que uso aqui o termo, geralmente são funcionários públicos. Suas vidas, seus salários e suas aposentadorias dependem do Estado. Medo de perder emprego ou renda — eis uma hipótese tentadora para explicar o fenômeno em curso. Se a chama do autoritarismo pulveriza a democracia, nenhuma lei ou tribunal protegeria os direitos dessa parcela do funcionalismo encarregada de pensar. O medo, porém, estende-se bem além disso.

Bolsonaro foi alvo de mais manifestos de intelectuais e artistas que o comum dos candidatos não petistas. A tradição moderna de manifestos eleitorais merece exame sociológico. Artistas os assinam pois cultivam a reconfortante ilusão de que seus fãs têm interesse em saber o que eles pensam. Intelectuais, por outro lado, têm plena ciência de que suas preferências eleitorais não mudam nem um mísero voto, em Belford Roxo ou no Leblon. Ao contrário do que parece, eles não assinam manifestos para impulsionar um candidato ou partido, mas para beneficiarem a si próprios.

Manifestos oferecem prestígio a quem os firma — e prestígio é o que buscam, acima de tudo, os intelectuais (…). É uma iniciativa de marketing heterodoxo que difunde uma marca e, potencialmente, amplia oportunidades profissionais. A classe dos caçadores de prestígio teme a perda coletiva de prestígio sinalizada pela ascensão de Bolsonaro ao Planalto.”

O novo Brasil pós-PT. Você CARA A CARA com Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas e convidados. CLIQUE AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 104 comentários
  1. Todo mundo malha Bolsonaro o dia todo. E vai ser assim durante quatro anos. Se ele não cair antes. Os funcionários públicos estão com medo, porque, além de burro, o presidente é macarthista

    1. Quem está com medo são os comunistas e oportunistas pendurados nas tetas ou com boquinhas, que sabem que provavelmente vão perde-las e ter que trabalhar de verdade para ganhar a vida.

  2. O problema é que ficou muito tóxico malhar Bolsonaro, sobretudo depois de suas atitudes e escolhas pós eleição, todas as “previsões” catastróficas estão virando piada, o povo, sempre ele, o

  3. tem que acabar com as tetas criadas pelo PT, ajuda assistencial e’ uma coisa, ajuda para sustentar os vermes parasitas petistas ou de outros partidos e’ immoral e leva o pais ao deficit….

  4. O resultado desse tipo de manifesto será o contrário do que os seus signatários pensam. O povo acordou. E não existe apenas a grande mídia. Existe a internet. E o povo voltou a sua própria essê

  5. Fácil… Se os “intelectuais” abordados são aqueles da bolha dos funcionários públicos, (como não tem concurso Ha tempos), são os Esquerdopatas do aparelhamento estatal PTistas… normal dar t

  6. Os manifestos vindos dessas classes de artistas, intelectuais e, inclusive os “juristas de plantão”, não são para com os verdadeiros valores e interesses do futuro com o Brasil, são valores inve

  7. Esse cara da FSP deve ser referir à pessoas que MAMAM no Estado por meio de cargos comissionados, não por meio de concurso. Quem é concursado não terá seu emprego tomado, somente os comissionados

  8. Magnoli é o verdadeiro “intelectual”. Petista raiz, critico da esquerda da América Latina, social-democrata. Na verdade não consegue formular sua lógica política com clareza. Um enrolador.

  9. O trabalho de desaparelhamento deve ser feito mais trabalho e menos alarde, menos imprensa, menos palanque. A eleição acabou. Pra janeiro faz e pronto. Nada de ficar dizendo o que vai fazer. Só pio

  10. Freud explica. Os psiquiatras medicam. Mas o narcisismo típico de gde parte destes pseudo importantes artistas e intelectuais não tem cura conhecida, apenas terapias de facolitar convivência c doen

  11. Se fossem mesmo intelectuais que requer um mínimo de inteligencia não seriam esquerdistas porque quem é realmente inteligente sabe que esquerdismo é o cancer do Brasil e flagelo da humanidade.

    1. Absolutamente correto. O “prestígio partidário” dos incompetentes parasitas, substituído pelos valores do Mérito decorrentes do estudo e do trabalho, traduz o medo desses fracassados.

  12. Esses “intelectualóides” estão nervosinhos porque estão percebendo que o blá blá blá de sempre não tem eficiência e nem eficácia e os “normais” (nós) perceberam isso. Acordem e pensem so

  13. Os signatários de manifestos contra o Presidente Bolsonaro, em particular os ARTISTAS, estão “marcados” pelo povo! Veremos o “grande” público que levarão aos seus “espetáculos sem Rouanet”

  14. Os intelectuais e artistas de esquerda engajados deram um tiro n’agua! Voltaram – na ótica vencedora- ao que eram no princípio do século XX! Perderam o respeito dos que os admiravam, expondo entr

  15. Intelectual de esquerda é uma contradição em termos: mais certo seria denominá-los “doutrinadores” de esquerda, já que esquerdismo não passa de uma seita que requer fé cega e resulta em faca

  16. O D Magnoli, apesar de ser esquerdista, ”ao estilo europeu”, como ele diz, está absolutamente correto em sua análise. Vide o conceito de ”intelectual orgânico” de Gramsci.É só o que t

  17. Mas a chama d autoritarismo q pulverizou a democracia não está e sempre esteve com os intelectuais funcionários públicos principalmente os das universidades? A democracia q incomoda os intelc….

  18. Esta tal de direito adquirido só funciona para eles e espero que Bolsonaro acabe com esta “coisa” e que reveja o repasse dado a eles pelo Estado na complementação para aposentadoria integral. Sur

  19. Excelente colocação! O mesmo se aplica aos 95% chamados de “cientistas” e ou “pesquisadores”. Vivem de apresentar “projetos” e não de soluções, e custam uma fortuna ao erário.

    1. O único funcionário público que me vem à cabeça neste momento que foi um intelectual para os meus padrões de avaliação, foi o Carlos Drummond de Andrade. Deve ter inúmeros deste nível.

  20. Somente o fato de ser petista anula ser intelectual . impossível ser intelectual de esquerda , não bate , intelectual não apoia paredão, Sibéria, tiro na nuca, roubo, estatal dando prejuízo

  21. Qquer zé mané do contra se acha intelectual ou especialista, quase 100% de uma mediocridade alarmante. Artistas são os jurássicos de sempre e os oportunistas dos quais nunca se ouviu falar antes.

  22. Uma geração inteira cresceu sob A filosofia do “importante é o que bom para mim” e a sociedade ou o País que se dane! Isso é notorio em todas as idades, camadas sociais, profissões, etc! Egois

    1. Paulo Henrique Amorim, Luis Nassif, Juca Kfuro, Abreu da TV Globo, Gilberto Gil, Sabatella, élio gaspari, e demais tranqueiras semelhantes