"Interesses do Brasil estão acima de divergências", diz Guedes sobre relação com Maia

“Interesses do Brasil estão acima de divergências”, diz Guedes sobre relação com Maia
Foto: Adriano Machado/CRUSOE

O ministro Paulo Guedes disse hoje que “nunca houve diferenças pessoais” com Rodrigo Maia. “Os interesses do Brasil estão bem acima de quaisquer divergências.”

Ele falou a jornalistas na porta da casa do ministro Bruno Dantas, do TCU, que ofereceu um jantar para reaproximar Guedes e Rodrigo Maia e destravar o andamento dos projetos de reforma do governo.

Guedes disse que Rodrigo Maia “ajudou muito sempre nas reformas”. “No ano passado, trabalhamos muito bem juntos e neste ano trabalhamos juntos novamente no enfrentamento da pandemia”, disse.

Também na saída do jantar, Rodrigo Maia pediu desculpas a Guedes – semana passada, ele disse que o ministro estava “desequilibrado” – e disse que “gratidão nunca prescreve”. “Gostaria de agradecer  e retribuir”, respondeu Guedes.

Após repetir que a economia vai retomar o crescimento, Guedes disse que “há uma pauta muito boa no Congresso e vamos fazer juntos”. “Estamos preparando todo o horizonte de investimentos, em gás natural, saneamento, cabotagem, setor elétrico, para que ondas de investimento entrem”, afirmou.

O ministro disse que a partir de amanhã começará a trabalhar com Rodrigo Maia pelo retorno da agenda de reformas.

“A reforma administrativa já entrou na Câmara. Falta um pedaço da tributaria e vamos colocar isso nos próximos dias”, disse Guedes. “E agora temos duas novidades: [o enfrentamento ao] desemprego em massa, com desoneração da folha, e o Renda Cidadã”, continuou.

Leia mais: Exclusivo: a casa secreta de Brasília
Mais notícias
TOPO