Interino do Trabalho é réu em ação de furto de energia

Telegram

O ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, é réu em uma ação da Justiça do Rio que apura uma ligação clandestina de energia elétrica, informa a GloboNews.

O caso aconteceu em 2014 na empresa de que Helton é sócio –a Fimatec, que aluga e vende empilhadeiras e peças para máquinas.

Funcionários da Light descobriram um “gato” de luz num galpão da empresa na zona norte do Rio, e depois técnicos constataram que dois medidores de consumo de energia tinham desaparecido.

A denúncia feita pelo MP em 2014 –e aceita pela Justiça em 2015– acusa Yomura e seu sócio Baldomero Simões Abreu de furto de energia e furto qualificado.

O ministro interino, que assumiu a pasta do Trabalho no lugar da jamais empossada Cristiane Brasil, atribuiu o sumiço do medidor a um acidente com um caminhão e disse acreditar no arquivamento do processo.

Comentários

  • amaury -

    Falando sério. Esse cara tem cara de ministro do trabalho? Tem só folha corrida.

  • Patriota -

    Será que não existe alguém honesto nessa política? É claro que ele jamais empossaria alguém ético, Temer faz parte de quadrilha e precisa alojar seus pares para se precaver, se negar favor a algum amigo seu tem o rabo preso.

  • Geraldo -

    Ficha limpa nos 3 últimos presidentes que passaram pelo Brasil não tem lugar no governo, só ficha suja. Putz, no governo Lula o único ficha limpa que teve foi Miguel Jorge, o restante só marginal, no desgoverno Dilma não teve um ficha limpa, todos tipo cueca de bêbado. No governo Temer o único ficha limpa que teve, saiu por causa de uma briga com o ladrão Geddel. Mas a culpa maior é do eleitor que só escolhe lixo.

Ler 71 comentários