A interpelação de Pezão contra Torquato

O Antagonista teve acesso à interpelação do ministro da Justiça, Torquato Jardim, enviada por Luiz Fernando Pezão ao Supremo.

Na peça, assinada por Leonardo Espíndola, procurador-geral do estado do Rio, o governador pede que o ministro descreva “os fatos ilícitos a que fez referência“, “declinando os nomes dos agentes públicos que praticaram crimes”.

Clique no link abaixo para ler o arquivo PDF.

Interpelação de Pezão

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 17 comentários
  1. Agora os bandidos deram para interpelar as autoridades constituídas! Primeiro foi o multi encrencado Cabral que peitou o juiz Bretas e agora o Pezão para cima do Torquatro. Vamos ver se desta vez o bandido vai ter novamente o beneplácito de um juiz do STF??? Aguardemos. Se cair com um tal de Beiçola … .

  2. É óbvio que ele sabe muito, os órgãos de inteligência levantam essas informações que servem para orientar o trabalho policial. Mas são sigilosas. Esse é o problema, vazam para o bandido.

  3. Vai ser indeferido liminarmente o pedido, por qualquer ministro a quem for distribuído. Aliás, tenho uma dúvida se for a Rosa da Rosa, porque ela é muito estudiosa e sabida. Ora, o assunto está coberto por sigilo das próprias investigações. O governador ‘bigfoot’ e seu procurador vão ter de procurar outra forma de forjar um álibi para todos os envolvidos.

    1. Li num post anterior do “black blog” (cheguei atrasado) que a coisa já está na mão do Fachin “atchim” Saud. Se ele não trocar figurinhas com a Rosa da Rosa, vai indeferir de plano. Se não indeferir é pq a Rosa da Rosa ligou pro Barroso, e aí o Barroso ligou pro Fachim “atchim” Saud, e então ele vai mandar a caneta. Só p’ra ver se o circo pega fogo.

  4. Apenas cumprindo o dever de se mostrar sério. Pode ser que não goste das respostas. Uma perguntinha: Ninguém, nunca, tinha desconfiado ou pensado nessa suposição de aliança bandida?

  5. Acredito que o Pezão tem, também, por obrigação de governador ofendido, cobrar do ministro quais são os motivos que o tem levado a sucatear a Polícia Federal tão aplaudida, dia 7 de setembro, em Brasília e m diversas capitais do nosso País durante os desfiles.
    Terá o ministro razões que expliquem tal esvaziamento da Lava Jato?

    1. Ah, está pirraçando e falando bobagem por não ter ido surfar no feriadão, né? Pelo indício do nick, conhece a composição do caê de dona canô.

  6. Por que “todequatronojardim” não aproveita a deixa, mostra as provas e intervém de uma véz nesta (in)segurança do RJ ?
    Deixa de ser frouxo hômi, vai ficar calado sendo desafiado pelo mãozão ? !!…

  7. Interpelação não quer dizer patavinas, Antagonistas, Isto quer dizer que – como já foi colocado aqui previamente – Fachin apenas irá intimar o Ministro para, se quiser, se manifestar e ele sequer é obrigado a tanto. Ela serve pra dirimir alguma dúvida sobre algo que a pessoa ofendida já sofreu e é utilizada apenas como meio prévio uma eventual ação penal ou cível indenizatória. Pelo que: 1) Torquato não está obrigado a dizer o que quer que seja a Pezão; 2) Se Pezão não sabe o que Torquato tem a dizer é porque não tem mesmo controle sobre as forças de segurança do Rio. 3) Voltem a fazer posts sobre o novo namorado de Fátima Bernardes, já que vocês viraram um site de fofoquinhas.

    1. É o que eu falo: Pezão tá se cá.gan.do de medo do MJ abrir o bico. Isso aí é um floreio pra não ficar mais feio e esquecerem o assunto.

  8. Segue o teatro. O outro vai dizer que foi mal interpretado e fica o dito pelo não dito. Volto para pedir desculpas se ele declinar nomes e entregar tudo o que sabe, mas duvido que faça isso. Pelo que tudo indica,a intenção da indiscrição foi alertar o governo carioca mesmo.