Intervenção no Rio é contestada no STF

Um advogado entrou com mandado de segurança no STF contra a intervenção no Rio logo depois de o decreto ter sido assinado no Palácio do Planalto, informa Gerson Camarotti no G1.

Carlos Alexandre Klomfahs, o advogado, alega que não houve consulta ao Conselho da República e ao Conselho de Defesa Nacional –segundo ele, determinações constitucionais– antes que se decretasse a intervenção.

Grace Mendonça, que comanda a AGU, já foi ao Supremo conversar com Rosa Weber, que é a relatora do caso.

Comentários

  • Moa -

    Por que maioria das matérias do Antagonista parecem mais um resuminho de grandes temas que interessam a todos e não se aprofundam nas informações? Muitas vezes as manchetes são mais chamativas e interessantes do que os micros textos publicados! Para um veículo de imprensa administrado por esse time de intelectuais que preza a informação, fica parecendo preguiça de fazer o trabalho completo! É frustrante abrir a página e deparar com as informações incompletas, só a ponta do iceberg. Isso só ajuda a perder credibilidade.

  • Silva -

    Acreditem que quiserem, mas estas esquerdas estão apoiando o caos para o Brasil. Tem medo de que as organizações criminosas venham a serem controladas pelos Militares e estabeleçam a Ordem e o Progresso no tão sofrido Rio de Janeiro. Não é atoa que são contra o Capitão Jair Bolsonaro Presidente em 2018. Quem conhece os Decálogo de Lênin, entenderão o que está acontecendo no Brasil.

  • marcelo -

    Como perguntar não ofende, gostaria de saber qual facção criminosa está patrocinando a Causa. kkk

Ler 61 comentários