Investigação do caso Marielle continua para encontrar mandantes

A investigação sobre o assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes vai continuar, para encontrar “possível mando” do crime, informou a promotora Letícia Petriz.

“Continuaremos no intuito de apurar possível mando. Da mesma forma que aconteceu no primeiro momento, as investigações continuarão sob sigilo.”

LAVA TOGA: A CHANCE INÉDITA DA LAVA JATO. Leia aqui

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Com Adélio bastou chegarem perto demais dos possíveis mandantes, financiadores do terrorista, e dos financiadores da defesa dele, que ele passou a ser chamado de doido mais incessantemente.

Ler mais 14 comentários
  1. Com Adélio bastou chegarem perto demais dos possíveis mandantes, financiadores do terrorista, e dos financiadores da defesa dele, que ele passou a ser chamado de doido mais incessantemente.

  2. Se chegar aos mandante, chegarão a os financiadores da tal ONG, bem como dos financiadores dela. Isso foi briga entre parceiros. Se mexer com força o país vai se surpreender. Esse angu tem caroços

  3. Vai chegar no próprio ao qual ela pertencia e resolveu cair fora depois de ser financiada por eles. Pode ter certeza que isso foi acerto de conta. Fez acordo e não cumpriu, ao contrário, caiu fora.

  4. Ué! se a promotora que denunciou já tem a motivação? então como ela pode estar ainda sem saber dos mandantes? como se descobre a causa e a motivação de um crime sem se descobrir os mandantes?