Investigado nos EUA, Google também é alvo de três processos no Cade

Investigado nos EUA, Google também é alvo de três processos no Cade
Imagem: Simon/Pixabay

Processado nos EUA pelo Departamento de Justiça e por 11 estados sob a acusação de práticas ilegais para manter seu monopólio, o Google também é alvo de três processos no Cade brasileiro, informa o Estadão.

Os três apuram conduta anticoncorrencial e abuso de poder de mercado por parte da empresa americana e estão na superintendência-geral do conselho, que é a área responsável pelas investigações.

Uma das investigações do Cade foi aberta no ano passado, após a União Europeia aplicar ao Google multa recorde de 19,3 bilhões de euros.

O órgão europeu entendeu que a empresa agiu de modo ilegal ao encorajar as fabricantes de smartphones com sistema Android a instalarem previamente aplicativos e serviços da empresa em seus dispositivos.

Em outro caso, o Cade abriu inquérito administrativo para investigar o impacto da atuação do Google no mercado de notícias.

A suspeita é que a empresa tenha copiado parte do conteúdo de sites jornalísticos e exibido nas buscas dos usuários, criando um atrativo para que os consumidores não precisassem mais acessar sites concorrentes para ter acesso ao material.

No terceiro processo, o site de avaliações Yelp acusa o Google de usar seu poder de mercado para prejudicá-lo, mostrando no topo da página resenhas, endereços e mapas de restaurantes, lojas e hotéis.

 

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários
TOPO