Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governador investigado atribui aumento do patrimônio à inflação

Gladson Cameli foi alvo de operação que apura um suposto esquema de corrupção envolvendo a gestão estadual
Governador investigado atribui aumento do patrimônio à inflação
Foto: Neto Lucena/Secom AC

Investigado pela Polícia Federal por suposto esquema de corrupção envolvendo a gestão estadual, o governador do Acre, Gladson Cameli (foto), negou as irregularidades e disse ao UOL estar “pronto para colaborar com os órgãos de investigação”

Segundo a PF, um grupo formado por empresários e agentes públicos aparelhou a estrutura do governo para cometer crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, desviando recursos públicos e ocultando a destinação dos valores.

“Eu tenho procurado ficar em silêncio, porque às vezes uma palavra, um gesto, podem interpretar que eu queira atrapalhar”, afirmou Cameli ao portal. 

Sobre a evolução patrimonial desde que assumiu o cargo, ele disse:

“Teve o aumento, até porque você sabe: o que custava 80 está 160. Aí é natural essa questão do aumento patrimonial. Mas tudo tem origem e está declarado. É notório. Por exemplo, um carro antes da pandemia que custava R$ 100 mil, hoje está R$ 200 mil, está R$ 300 mil. O que eu posso te falar, te garantir, é que esse aumento é devido a essa questão de inflação.”

De acordo com o inquérito, o patrimônio do governador saltou de R$ 2,9 milhões em 2018 para R$ 6,4 milhões.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....