Investigado por desvios, ex-secretário de Saúde deixa governo Witzel

Investigado por desvios na saúde, Edmar Santos pediu demissão do governo de Wilson Witzel na tarde desta quinta-feira (28).

Santos pediu a exoneração após a Justiça suspender sua nomeação para a secretaria extraordinária de acompanhamento da Covid-19. Antes disso, ele comandava a Secretaria de Saúde do estado –que nas últimas semanas virou alvo de investigação de superfaturamentos e fraudes em licitação.

Sem o cargo, e investigado sob suspeita de desvio de recursos públicos, Santos perderá o foro privilegiado.

Leia também: O plano do Rio Grande do Sul para combater a pandemia e retomar a economia
Mais lidas
  1. Exclusivo: assessor de Mourão procura Congresso: "É bom estarmos preparados"

  2. AGÊNCIA DA ALEMANHA RECOMENDA QUE VACINA DA ASTRAZENECA NÃO SEJA USADA EM MAIORES DE 65 ANOS

  3. "Mega epidemia daqui a 60 dias"

  4. Rifada pelo MDB, Simone Tebet é candidata avulsa no Senado

  5. Lira, Pacheco e o impeachment de Bolsonaro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 11 comentários
TOPO