A irritação de Maia com o PMDB

“O DEM é aliado de primeira hora. Desminto a tentativa de intriga.”

Foi o que tuitou o senador Romero Jucá (PMDB-RR) em 18 de julho, quando o PMDB fez o primeiro aceno a dissidentes do PSB que vinham negociando com o DEM.

“Os dois aceitaram nosso convite. Junto com eles, virão outros parlamentares do PSB, então vamos fazer ajustes no partido para recebê-los”, disse o mesmo Jucá na quinta-feira, 31 de agosto, anunciando a filiação ao PMDB do senador Fernando Bezerra e de seu filho, o ministro Fernando Coelho (Minas e Energia).

Resultado: Rodrigo Maia (DEM-RJ) se irritou.

Questionado a respeito, segundo o Painel da Folha, Maia enviou apenas a fotografia de uma reportagem com as declarações de Jucá negando o assédio ao PSB antes da votação da primeira denúncia contra Michel Temer.

Agora que a segunda está a caminho, a hora não poderia ser pior para estremecer relações com o presidente da Câmara.

Vai deixar barato, Maia?

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 6 comentários
  1. Nesse meio político recomenda-se o uso de frigideiras, uma na altura do coração e outra nas costas. Eles se esfaqueiam o tempo todo. Imaginem o que fazem conosco! Recomendações de Paul Nokuh para Temer, Jucá e Maia.

  2. … Uai, Antas?
    Nenhuma delação bomba que vai abalar os alicerces da República?
    Lula não vai ser preso brevemente?
    Que monotonia, hem ?!?!

  3. Uai, Antas?
    Nenhuma delação bomba que vai abalar os alicerces da República?
    Lula não vai ser preso brevemente?
    Que monotonia, hem ?!?!

Os comentários para essa notícia foram encerrados.