A irritação de Maia com o PMDB

“O DEM é aliado de primeira hora. Desminto a tentativa de intriga.”

Foi o que tuitou o senador Romero Jucá (PMDB-RR) em 18 de julho, quando o PMDB fez o primeiro aceno a dissidentes do PSB que vinham negociando com o DEM.

“Os dois aceitaram nosso convite. Junto com eles, virão outros parlamentares do PSB, então vamos fazer ajustes no partido para recebê-los”, disse o mesmo Jucá na quinta-feira, 31 de agosto, anunciando a filiação ao PMDB do senador Fernando Bezerra e de seu filho, o ministro Fernando Coelho (Minas e Energia).

Resultado: Rodrigo Maia (DEM-RJ) se irritou.

Questionado a respeito, segundo o Painel da Folha, Maia enviou apenas a fotografia de uma reportagem com as declarações de Jucá negando o assédio ao PSB antes da votação da primeira denúncia contra Michel Temer.

Agora que a segunda está a caminho, a hora não poderia ser pior para estremecer relações com o presidente da Câmara.

Vai deixar barato, Maia?

6 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Nesse meio político recomenda-se o uso de frigideiras, uma na altura do coração e outra nas costas. Eles se esfaqueiam o tempo todo. Imaginem o que fazem conosco! Recomendações de Paul Nokuh para Temer, Jucá e Maia.