Itamaraty marca concurso para diplomata na pior fase da pandemia

Itamaraty marca concurso para diplomata na pior fase da pandemia
Foto: Leonardo Sá/Agência Senado

Em meio à explosão de casos e mortes por Covid-19 no Brasil, o Itamaraty de Ernesto Araújo —que é negacionista no Brasil, mas usa máscara em Israel marcou seu concurso de admissão à carreira de diplomata para 11 de abril, em 26 capitais e no Distrito Federal, registra a Folha.

O edital foi publicado em 18 de fevereiro, no Diário Oficial, e ratifica um primeiro documento, de 29 de junho do ano passado, que anunciava a prova para agosto.

Naquele momento, o Brasil vivia seu primeiro pico da pandemia, com média móvel de 1.006 mortes diárias. Essa média móvel chegou, no último domingo (7), a 1.497 mortes por dia.

A realização do concurso em agosto foi questionada pelo MPF, lembra o jornal paulistano. Manifestações apresentadas ao órgão levaram à apuração de irregularidades na realização da prova —que acabou suspensa— durante a crise sanitária.

É hora de o MPF agir de novo.

Leia mais: O início da vacinação no Reino Unido traz esperança para o mundo e dá a largada para a corrida dos políticos pela vacinação em massa em diferentes países.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO