Itamaraty reage a embaixada da China: "Tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso"

Itamaraty reage a embaixada da China: “Tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso”
Foto: Rodrigo Freitas/O Antagonista

O Itamaraty decidiu responder ao comunicado divulgado pela embaixada da China no Brasil, após o deputado federal Eduardo Bolsonaro acusar o país asiático de “espionagem” por meio da tecnologia 5G nesta semana.

A embaixada repudiou a mensagem publicada no Twitter pelo filho do presidente da República — e apagada após a repercussão negativa — e disse, entre outras coisas: “Cessem as calúnias ou vão arcar com as consequências”.

Em nota rebatendo o texto da embaixada, o ministério de Ernesto Araújo afirmou não ser apropriado que agentes diplomáticos da China no Brasil tratem de assuntos por meio das redes sociais.

“O tratamento de temas de interesse comum por parte de agentes diplomáticos da República Popular da China no Brasil através das redes sociais não é construtivo, cria fricções completamente desnecessárias e apenas serve aos interesses daqueles que porventura não desejem promover as boas relações entre o Brasil e a China.”

O Itamaraty afirmou também que “o tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso da referida ‘Declaração’ prejudica a imagem da China junto à opinião pública brasileira”.

Leia mais: O inquérito que investiga a estrutura por trás dos atos antidemocráticos se aproxima do gabinete presidencial, da família Bolsonaro e do núcleo de assessores palacianos conhecido como “gabinete do ódio”
Mais lidas
  1. Huck 2026?

  2. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. Estudante de direito é preso com 3 mil pés de maconha

  5. Permita-se fazer como o doutor Nogueira e dizer 'Teu c...'

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 198 comentários
TOPO