Itamaraty remove embaixador acusado de assédio

O Itamaraty removeu da chefia da missão brasileira na FAO, em Roma, o embaixador João Carlos de Souza-Gomes, acusado de assédio sexual e moral contra servidores, informa Sonia Racy.

A portaria que determina o afastamento, assinada pelo chanceler Aloysio Nunes Ferreira, saiu no Diário Oficial de hoje.

Souza-Gomes estava afastado do cargo desde novembro, para responder a processo administrativo disciplinar.

A estratégia de Renan Calheiros para voltar à presidência do Senado. CONFIRA AGORA

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 3 comentários
  1. Um tarado em posição de chefia … Há casos , vários , em que o chefe é daqueles que “joga água fora da bacia ” . Aí , é terrivelmente constrangedor para o subordinado (macho) sinalizar que não gosta de viiados .

  2. Será punido com a aposentadoria compulsória ! Isso mesmo, esquerdalha opressora ! Bela punição !
    Gostei do ‘ REPUBLICA ⭐1889 ✝2018’.
    Se pudesse votar novamente pela volta da monarquia, votava.