Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Jacob Barata tentou fugir às pressas

Reportagem do jornal Hoje, da Rede Globo, mostra que Jacob Barata Filho teve acesso a documentos sigilosos que precipitaram sua viagem a Portugal.

O empresário, alvo da Operação Ponto Final e dono de uma das maiores frotas de ônibus do Rio, foi preso em julho, antes de viajar.

Sócio do Banco Guanabara, Barata teve acesso à ordem judicial da quebra do seu sigilo bancário e do de outros dez investigados na operação.

Assim que recebeu o documento, ele comprou a passagem só de ida para Portugal. Na semana passada, foi solto por habeas corpus concedido por Gilmar Mendes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO