Jair Bolsonaro e Walderice

Telegram

A Folha de S. Paulo perguntou a Jair Bolsonaro se ele usa dinheiro público, de seu gabinete, para pagar o salário de seus empregados domésticos.

Leia aqui:

A gente conversou aqui com algumas pessoas e todas identificam a Walderice (servidora da Câmara) e o Denilson como funcionários, caseiros.

Não são funcionários, a Wal raramente entra aqui, é esposa dele, não queira forçar uma barra…

O sr. afirmou que a Wal é comissionada (na Câmara). O que ela faz?

Ela faz o que qualquer comissionado faz. Qualquer problema da região ela entra em contato com o chefe de gabinete, tenho 15 funcionários no Estado do Rio de Janeiro.

Tem um período em que ela até virou “chefe de gabinete”?

Negativo.

Teve sim, em 2011 e 2012.

Chefe de gabinete? É comissionado, lá em Brasília, como é chefe de gabinete? O que acontece? De vez em quando o que acontece. Há um funcionário demitido, então aquela verba a gente destina por um funcionário por pouquíssimo tempo, é isso o que acontece. São pessoas paupérrimas aqui na região. Vocês querem criar um fato, não vão conseguir criar um fato.

O sr. fala que ela fica aqui atendendo demandas da região…

Sim, mas não tem uma vida constante nisso. É o tempo todo na rua? Não, não, ela lê jornais, acompanha o que acontece, faz contato comigo, não tem nada a ver com a casa.

Comentários

  • Vanderlei -

    Obtive informações a respeito deste site,que dizem ser confiáveis e corretas as informações transmitidas ao usuário.

  • joão -

    De cada 100 jornalistas da FOIA DE SUMPAULU , 110 são comunistas ?

  • Chicão -

    A Folha de São Paulo, tornou se o Pravda.

Ler 183 comentários