Janaína: “Maquiagem é eufemismo de fraude”

Janaína Paschoal, que hoje acompanha a comissão especial do impeachment por meio de O Antagonista, nos enviou o seguinte relato sobre o apego da defesa de Dilma Rousseff à opinião do procurador Ivan Marx:

“Eles queriam ouvi-lo por força da parte em que fala que as operações não seriam de crédito. No entanto, simplesmente fogem do fato de o mesmo Ivan Marx ter dito que as operações foram feitas para maquiar as contas públicas. E essa é justamente a fraude que confirma a nossa denúncia. O procurador se baseou na finalidade das operações: maquiagem, e não financiamento. Maquiagem é eufemismo de fraude”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200