Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Janaina Paschoal desistiu de convocar ex-chefe de gabinete da Saúde para aumentar chance de requerimento na CPI

Janaina Paschoal desistiu de convocar ex-chefe de gabinete da Saúde para aumentar chance de requerimento na CPI
Foto: José Antonio Teixeira/Alesp

A deputada estadual Janaina Paschoal desistiu de convocar à CPI das Quarteirizações Eduardo Alex Barbin Barbosa, ex-chefe de gabinete da secretaria estadual de Saúde, para aumentar as chances de o requerimento ser aprovado.

O nome de Barbin aparece em requerimento redigido em julho pela deputada, originalmente para a Comissão de Saúde. No mesmo texto aparecem os nomes do empresário Basile George Pantazis, o “Grego”, e Wilson Mello Neto, presidente da InvestSP. A ementa desse requerimento foi publicada no Diário Oficial do estado. O objetivo era que os convocados prestassem esclarecimentos sobre a compra de ventiladores mecânicos.

Na quarta-feira passada (30), a CPI na Alesp aprovou a convocação de Pantazis e de Mello Neto, mas o nome de Barbin não estava no requerimento votado.

O requerimento que convocou Pantazis e Mello Neto quase não foi aprovado, por falta de quórum. Na hora da votação, o presidente da CPI, Edmir Chedid (DEM), constatou que só haviam quatro deputados presentes à videoconferência. Wellington Moura (Republicanos), que estava em um carro, se reconectou logo depois e votou contra o requerimento; com isso, Chedid anunciou que o requerimento foi aprovado por 4 votos a 1.

Segundo a assessoria de imprensa de Janaina Paschoal, “houve muita resistência na CPI, inclusive para aprovação dos dois nomes que foram incluídos no Requerimento, tanto que esse foi um dos primeiros Requerimentos apresentados à CPI e só foi aprovado semana passada”.

Desta forma, “a Deputada optou por não incluir o nome do Sr. Eduardo Alex Barbin, a fim de que houvesse mais possibilidade de aprovar o Requerimento”.

Procurada, a secretaria estadual de Saúde informou que não vai se pronunciar, já que Barbin não integra mais o governo. Ele foi exonerado em 11 de junho.

No começo de abril, Barbin foi nomeado para o Grupo Executivo do governo paulista de combate à pandemia.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO